5 de junho de 2017

Bolo de trigo sarraceno com compota de frutos vermelhos


Desde sempre que ouço que pessoas especiais merecem bolos especiais :)
E as minha avós são especiais, pelo menos para mim são. Cada uma à sua maneira!
A minha avó materna é com quem convivo mais, mora na mesma cidade, desde pequena que me ia buscar à escola e ficavamos a brincar em casa dela pela tarde fora... até aos meus pais nos irem buscar! Memórias óptimas, das brincadeiras, dos trabalhos de casa na mesa grande da cozinha, dos sumos com as laranjas do quintal e das torradinhas!
Agora já não vive na casa, era cansativo subir e descer andares, passou para um apartamento, se bem que para ela foi um grande choque, como ela diz "Galinha de campo não quer capoeira"... nasceu no campo mas quando veio para Coimbra sempre viveu numa casa com o seu quintal e com as plantinhas de que tanto gosta!


Na altura dos anos dela foi quando comecei a deparar-me mais com os problemas do trigo, por isso, apesar do meu primo ter dito que levava o bolo eu resolvi fazer um! Porque um bolo feito para pessoas que amamos tem sempre um sabor especial!
Confesso que gostei do bolo, tem um sabor intenso do trigo sarraceno e não fica um bolo fofinho como os de farinha de trigo e fica mais massudo!
A minha avó também gostou e isso deixa qualquer neto de sorriso na boca. :)



Receita baseada em: Love Aimee - Aimee Twigger - Buckwheat cake with berry compote - pag 166

Ingredientes:
Para o bolo:
- 200g de manteiga
- 200g de açúcar amarelo
- 5 ovos
- 200g farinha de trigo sarraceno
- 1 colher de chá de fermento
- 5 colheres de sopa de leite de arroz
Para a compota:
- 10 morangos grandes
- 10 mirtilos
- 2 colheres de sopa de água
- 3 colheres de sopa de mel
Para decorar:
- 200mL de natas de soja
- 100mL queijo quark
- 2 colheres de sopa de açúcar
- mirtilos, framboesas e morangos


Preparação:
1 - Pré-aquecer o forno a 180º e untar e polvilhar duas formas.
2 - Bater o açúcar com a manteiga até formar uma mistura cremosa.
3 - Adicionar os ovos, um de cada vez.
4 - Juntar a farinha e o fermento e o leite.
5 - Dividir a massa pelas duas formas e levar ao forno aproximadamente 25min.
6 - Para a compota aquecer todos os ingredientes num tacho aproximadamente 10min, até que fique com a consistência de compota. Deixar arrefecer.
7 - Bater as natas com o açúcar até formar picos. Envolver o queijo quark na mistura.
8 - Colocar um bolo, cobri-lo com a compota e metade da mistura das natas e alguns frutos vermelhos. Colocar o outro bolo, a compota e colocar o resto das natas e decorar com os frutos vermelhos.



27 comentários:

  1. Querida Joana, o bolo está lindo, dá bem para ver o amor e carinho com que ele foi feito.
    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Gosto de bolos maçudos, com trigo sarraceno nunca fiz , já usei em pão e gostei.
    O bolo ficou lindo.
    Boa semana

    ResponderEliminar
  3. A minha querida avó faz anos próxim sábado e como eu gostava de ter um terço desse teu jeito para lhe poder fazer uma coisa linda como esta! Ela ia adorar. :)

    ResponderEliminar
  4. O bolo ficou fantástico!
    Parabéns à avó,...e à neta, pelo lindo bolo que fez,...
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar
  5. Realmente é verdade um bolo feito para alguem que amamos tem sempre algo de especial e são sempre feitos com ainda mais carinho. ficou bem bonito esse bolo com o interior bem apetitoso.


    Blog - O Cantinho dos Gulosos

    ResponderEliminar
  6. Joana, o bolo é de se comer com os olhos e a vovó merece.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Querida Joana, concordo contigo que pessoas especiais merecem receitas especiais... E esse com certeza está muito especial... Feito com muito carinho e recheado de muito amor... Você é muito especial, querida!!! Beijos, Irene

    ResponderEliminar
  8. Olá Joana
    Que receitinha gostosa para pessoas especiais, sempre falo para meu marido
    que eu não conseguiria morar em apartamento.
    Bjs

    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  9. O bolo ficou lindo e se a avó gostou é porque estava mesmo bom! :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  10. Oi Joana, bt!
    Eu nunca usei o trigo sarraceno, mas acredito que deixe as receitas deliciosas, pelas fotos dá p/gente perceber isso.
    Bjss amiga e uma semana de sucesso e abençoada p/vcs é o que desejo

    ResponderEliminar
  11. Oi Joana!

    A decoração do bolo ficou perfeita! Pelo que pude perceber, a massa fica mais úmida, né? Parece delicioso! E é muito bom fazer uns agrados pra vó... Elas adoram! Hehehe

    Abraços, Iris

    ResponderEliminar
  12. Eu acho que tem um aspeto espetacular! As recordações dos nossos avós são muito especiais! Tenho muitas saudades das minha avó! Beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Nossa, mas que delícia que parece isso!!!! :D

    ResponderEliminar
  14. Querida Joana,
    Bolo tentador... e esta hora que aparece uma vontade enorme de trincar alguma coisa, um fatia dessa delícia vinha mesmo a calhar. Ficou lindo, e essa textura deve ter ficado muito saborosa.
    beijinho amiga

    ResponderEliminar
  15. ficou um bolo mt bonito gostei mt da decor um bjs para ti, e tb para as tuas avos, pois adorei viver com a minha pois foi ela que me criou bjs bs que saudades dela

    ResponderEliminar
  16. Querida Joana: um bolinho lindo e que se vê que foi feito com todo o carinho que a tua avó te inspira. Com trigo sarraceno só experimentei panquecas e tarteletes, mas em bolos também deve ser muito bom.
    bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  17. Ficou tão bonito Joana! Vê-se mesmo que foi feito com amor... Bolos sem glúten ficam sempre menos fofos já se sabe, mas compensam no bem que fazem, ou melhor, no mal que deixamos de sentir! Comia uma fatia com todo o gosto mas pelo aspecto dele aposto que não sobrou nadinha!
    Beijinho
    http://asreceitasdamaegalinha.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  18. Mas que bolo lindo gente!!! Realmente fica com uma cara de bolo mais massudinho, mas eu gosto!

    Um beijo! Não Me Mande Flores

    ResponderEliminar
  19. Joaninha querida,

    As avós são sempre especiais, e infelizmente a minha avó paterna que tanto me ensinou já partiu, mas continuo a gostar dela como sempre.
    Compreendo tão bem essa expressão da tua avó :(
    Sempre que leio uma receita sem glúten penso em ti!!
    Ficou lindo este bolinho, e olha, eu adoro esta textura nos bolos, mas então o meu irmão rui é que gosta, vou ter que experimentar :)
    Assim com dois andares fica um bolo tão lindo, mas não tenho dúvidas que o carinho com que foi feito também ajudou e muito.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  20. Oi, Joana!

    Só em olhar para as fotos, já sei que o bolo ficou maravilhoso!!

    Abraços, Cris

    ResponderEliminar
  21. O bolo ficou lindo, e deve estar delicioso. Beijinhos
    http://asreceitasdasisi.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  22. Este bolo ficou com um aspecto mesmo giro, super fresco e de Verão!
    A textura da massa também me parece muito interessante!

    De aprendiz a chef

    ResponderEliminar
  23. Muito obrigada a todos pelos queridos comentários.
    Um grande beijinho

    ResponderEliminar
  24. Que lindo o seu relato querida Joana!
    Adorei o bolo cheio de carinho e boas lembranças, tudo lindo
    no capricho!

    Beijinhos ♥

    ResponderEliminar
  25. Nunca provei um bolo de trigo sarraceno, mas fiquei bastante curiosa para experimentar! Ficou com uma aparência maravilhosa!

    ResponderEliminar